quarta-feira, 22 de abril de 2015

Steve Grand - Um Excelente Músico Gay



Steve Grand é um cantor e compositor americano. Ele era pouco conhecido, mas tudo mudou a partir de 02 de julho de 2013, depois do sucesso do vídeo da sua música "All-American Boy", postado no YouTube.
 Ele se tornou fenômeno instantaneamente, acumulando mais de 1,5 milhões de visualizações nas primeiras duas semanas, e mais de 4 milhões atualmente.
A canção, com fundo de estradas rurais, uma bandeira americana, e os amigos ao redor de uma fogueira, atingiu um recorde, porque simplesmente e lindamente; conta a história de um amor não correspondido entre dois homens.


Nascido em Chicago e criado em Lemont, Illinois, Steve lutou por muitos anos para aceitar a si mesmo como uma pessoa gay. Sempre me sentindo como um "estranho", ele virou-se para a música onde encontrou conforto e força. Teve aulas de piano, violão e flauta. No ensino médio, Steve era um auto-descrito com cabelos longos parecido com os do Paul McCartney. Já cantou em várias outras bandas e foi finalista estadual na competição musical Illinois Music Educators Association.



Além de ser um músico, Steve tornou-se uma figura ativa nas causas dos gays. Ele já se apresentou em eventos de igualdade social em todo o país  e fez parcerias com causas como The Human Rights Campaign, o Projeto Anti-Violência, Bailey House, os GLSEN, a Marcha em Springfield para casamento gay, entre outros.


Steve completou o seu primeiro ano de faculdade no programa de música na Universidade de Belmont, em Nashville, antes de retornar  para participar do colégio da comunidade e da Universidade de Illinois, em Chicago. Com um senso profundo de que a música é a única coisa que ele poderia fazer na vida, em 2011 Steve escolheu sua carreira e deixou a faculdade "em espera" para se concentrar em escrever e gravar músicas originais.
Um outro vídeo que também foi sucesso, é da música "Stay". Vale a pena conferir!



Steve Grand é um grande incentivo para muitos outros artistas que escondem a preferência sexual publicamente. Gostar do mesmo sexo não é errado. O amor não tem preconceito, não tem cor, raça e/ou sexo. 

Viva o AMOR!!! Viva a IGUALDADE!!!

As mais visitadas do mês