terça-feira, 19 de maio de 2015

Cuscus

Esse bichinho fofo com o mesmo nome de uma comida aqui no Brasil, é um marsupial, nativo das grandes florestas do norte da Austrália e das ilhas de Papua Nova Guiné.




O cuscus tem orelhas pequenas e grandes olhos, que os ajudam, já que eles tem hábitos noturnos. Variam de 15 centímetros a mais de 60 centímetros de comprimento.

O cuscus é um mamífero arbóreo, passa quase todo o tempo, exclusivamente nas árvores. Durante o dia, dormem na folhagem densa e acorda à noite para começar a se mover através das árvores em busca de alimento.


As mamães cuscus dá à luz entre 2 e 4 cuscuzinhos, depois de um período de gestação de apenas duas semanas.


Como todos os marsupiais, o cuscus fêmea tem uma bolsa em sua barriga onde os filhotes permanecem até que sejam maiores, menos vulneráveis e capazes de começar a se alimentar sozinhos. Normalmente, depois de 6 ou 7 meses.


O cuscus tem uma cauda longa e preênsil muito forte que permite ele ser capaz de segurar em galhos com mais facilidade.



Quando o cuscus foi descoberto pela primeira vez, os cientistas acreditavam que era um tipo de macaco. Posteriormente, descobriu-se que o cuscus era mais estreitamente relacionado com o gambá.





É muito difícil encontra-los na natureza e é por isso que é gratificante, se você vê um cuscus em seu habitat natural.


Nome científico: Spilocuscus maculatus.

As mais visitadas do mês