terça-feira, 14 de julho de 2015

As Aventuras de Jim

Um Batizado Diferente



Jim é o filho caçula e mesmo sendo o mais magrinho de uma família de cinco irmãos, adora uma aventura, principalmente, para lugares desconhecidos.
Porém onde ele mora é bem difícil de acontecer isso, pois a Aldeia de Morby fica num deserto e nada acontece por lá. Todos os dias são iguais e Jim odeia isso.
Sua família é do tipo tradicional e segue todas as ordens do pai Tadeu e da mãe Agustina, que separa as tarefas para cada um.
O jovem Jim, de apenas 10 anos ficou encarregado de tirar o leite da cabra. Mas isso não era uma simples missão de ir ao quintal tirar o leite e voltar, era um pouco mais complicado.
 As cabras da aldeia ficavam soltas na floresta e necessitava muita prática e destreza para capturar alguma que esteja amamentando, já que era nessa época que elas ficavam muito inquietas e saltitantes.
Sendo assim o garoto não poderia ir sozinho e seu irmão Ted, foi com ele para a sua primeira captura das famosas cabras saltitantes.
Ted era bem diferente do irmão, era mais forte e mais gordinho, parecido com o pai e Jim era o menor, meio calado e desligado. Adorava ficar observando os animais e é muito sonhador. Viaja num mundo tão seu que às vezes parece que se desconecta da Terra e vai para outra galáxia, mas sua viagem sempre é interrompida por alguém como o irmão agora gritando seu nome:
- Jiiiiimmm!!! Acorda!!! Tá viajando de novo?
- Já chegamos.
Ted já se acostumara com as viagens do irmão e para fazer voltar a “Terra” tinha que cutuca-lo ou grita-lo.
Os irmãos tinha uma missão a cumprir e não podia voltar para a casa sem o leite, para o desjejum da família Brenton.
Jim acordou para a vida e estava de olho no irmão para aprender a tirar o leite das cabras que mais parecia lebres da neve. Elas eram rápidas e ágeis e ficou pensando como poderia tirar leite de cabras assim.
 Ted virou para o irmão e disse:
- Agora é hora de você agir e ser a isca para eu poder pega-las.
Jim se assusta e surpreso pergunta:
- Isca? Eu? Como assim maninho?
As cabras, como todo animal, tem seu ponto forte e fraco. Elas adoram arbustos de capim de erva cidreira e na floresta eles estão ficando escasso por causa de excesso de lebres selvagens no local.
 As cabras e as lebres quase que disputava uma moita bonita quando ao mesmo tempo, os dois animais viam aquele alimento tão querido por todos.
Ted tinha um plano infalível, mas precisava que o irmão se vestisse de arbusto para que ele a pegasse e a tranquilizasse com sementes de girassol, que é o segundo alimento mais desejado por elas.
Apesar de ser um mico total, Jim aceitou a ideia, pois sem o Ted ele não saberia nem por onde começar e o leite do café da manhã demoraria uma eternidade.
Enquanto o garotinho vestia a roupa que Ted tinha trazido numa sacola, ele sentiu o chão começar a tremer e olhou para os lados e as cabras tinha sumido junto com seu irmão. Sem entender o que estava acontecendo, ele que já estava com metade de cada peça de roupa, viu uma manada de búfalos correndo em sua direção.
O pânico tomou conta de seu ser e não pensou 2 vezes em correr o mais depressa que podia. Avistou o Ted mais a frente acenando para ele. Ted gritou:
- Muito bem garoto! Está no caminho certo.
- vá para esquerda depois do lago rosa e pule no rio.
Era muita informação para um garotinho que não estava entendendo nada e estava aflito para sair da frente do rebanho.
Só que a floresta nessa parte, não tinha nada para esconder, nem arvores para subir, então o único jeito de escapar era seguir os conselhos do irmão.
Virou à esquerda e quase caiu no lago cor de rosa.
Seguiu para esquerda e se deparou com um precipício de uns 10 metros de altura e lá em baixo havia o rio.
Ele parou e pensou:
- Meus Deus! O que eu faço?
- eu pulo ou me escondo? Mas onde?
Lá em baixo na beira do rio ele viu umas seis pessoas acenando para ele e quando os búfalos viraram a curva e foi de encontro a ele, Akim tomou coragem e decidiu arriscar a sorte e se jogou no abismo.
Assim que caiu no rio, Simon se jogou e foi buscar o irmão que desmaiou com a queda e a pressão da agua.
Toda a família já estava na beira do rio para o batismo de Jim.
Após 30 minutos, Jim acordou meio zonzo e depois de mais 10 minutos ele redobrou toda a consciência e reparou que toda a família estava ali reunida no rio.
Achando estranho, resolveu perguntar:
- Posso saber o que esta acontecendo?
Agustina vibrou com o despertar do filho e avisou a todos:
- Jim acordou, ele passou no teste!
- Viva! Viva! Aleluia!
Jim, com cara de paisagem, não estava entendendo nada e pediu para falar com a Estrela, sua irmã com quem mais se identificava, pois achava sua família perturbada demais para ele.
Estrela, sua melhor amiga, veio correndo e deu um forte abraço no garoto e disse:
- Graças a Deus tu passaste no teste da família Brenton e está abençoado pelos Deuses de Xebabá.
 Jim, ainda sem entender o porque desse teste e porque foi sem aviso prévio, resolveu gritar apelando:
- Posso saber o que esta acontecendo?
- que teste eu passei e por quê?
Foi quando seu pai apareceu na tenda que montara ali mesmo as margens do rio Timbó e disse:
- Filho, me desculpe pelo ocorrido agora de manhã, mas nossa família tem esse tradicional batizado. Você é colocado à prova e tem que seguir a instrução de um membro mais velho. Você foi corajoso, determinado e mostrou que mesmo em situação de emergência, sabe ouvir os mais experientes, mostrando que você é um bravo e legítimo membro da família Brenton.
- Agora você é o mais novo membro oficial da família e terá muitas missões para cumprir ao longo da sua vida nesta aldeia. Parabéns!
Akim ficou surpreso com esse batizado que só poderia existir na família mais doida do vale, porem como ele adora uma boa aventura ficou feliz por ter saído um pouco da sua rotina diária.
Todos os membros passam a noite ali onde ele foi batizado em respeito aos Deuses e seus ancestrais.
Em meio, uma fogueira bem grande os aquecia da noite frienta e em volta todos os membros felizes e cantarolando.
Jim, agora mais calmo foi curtir a família, que mesmo sendo louca, era e sempre será sua querida família.


Rafael Bretas

As mais visitadas do mês