sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Delícias da Europa

Todo mundo adora uma sobremesa depois do almoço, certo?
Um brigadeiro, doce de leite, goiabada, pudim, torta ou sorvete, caem muito bem depois das refeições e em todas as outras horas também, né?
Se você gosta dessas doçuras, espere até conhecer os melhores doces da Europa. Cada um melhor do que o outro. É difícil escolher qual o melhor ou qual deve ser mais gostoso. Qual você gostaria de experimentar? Deixe seu comentário aqui. Abraços a todos!


Tocino Del Cielo - Espanha



Provavelmente originário de conventos da Andaluzia, possui algumas variantes em textura, sabor e formato, mas a receita mais usada possui uma cor amarela solar. É bem parecido com o pudim daqui do Brasil.


Cannoli - Itália



Há quem consiga comer dois ou três depois de um belo prato de espaguete, mas bom mesmo é prová-lo com um expresso no meio da tarde.


Panquecas belgas - Bélgica



Chamadas de gaufres ou waffles, as panquecas belgas exalam um aroma inebriante ao sair das assadeiras. Podem vir cobertas de creme, geleia ou manteiga, ser crocantes ou macias, leves ou pesadas, ter um toque de canela ou não. O fato é que faz a felicidade das crianças, tal como as nossas adoram churros. As de Liège, na Bélgica, são deliciosas.


Floresta Negra - Alemanha e Suíça


O nome original em alemão, Schwarzwälder Kirschtorte.  Seu ingrediente fundamental é o licor de cerejas (kirsch) da Floresta Negra (Schwarzwald). Melancolicamente substituído por marrasquinos baratos para ganhar o mundo, o original, encontrado na Suíça e na Alemanha, não tem comparação.


Macaron - França


Você poderá medir a habilidade de um confeiteiro por sua capacidade de fazer bons macarons. A aparentemente simples receita do sanduichinho de suspiro – recheado com creme, geleias ou mais merengue de amêndoas, já traiu muitos pretendentes a chef-patissier. 
A doceria Douce France, em São Paulo, comandada por Fabrice Lenud, produz essas belezuras igualzinho os da França. 

Pastel de Belém - Portugal



O pastel de nata com massa crocante é simplesmente divino em manhãs frias de Lisboa. Acompanhado por um café com leite próximo ao Mosteiro dos Jerónimos, faz a felicidade de turistas e locais.

Stroopwaffle - Holanda


O stroopwafel é um dos doces mais antigos e tradicionais da Holanda. Ele é constituído de dois wafels com um caramelo no meio.


Apfelstrudel - Europa Central


A torta de massa crocante e rico recheio de creme de maçã é um crime àqueles que estão de regime. É muito popular em países de raízes austríacas e germânicas – Áustria, Alemanha, Suíça e Hungria.

Rødgrød med fløde - Dinamarca


Dinamarqueses adoram brincar com amigos estrangeiros e turistas que estão prestes a comer este creme de frutas vermelhas servido com leite, iogurte ou creme de leite. O desafio proposto: pronunciar, perfeitamente, o nome do prato. Tentar, e nunca conseguir, renderá boas gargalhadas. O prato é muito apreciado não só na Dinamarca, mas também em alguns países vizinhos, como Alemanha e Suécia.

Panna Cotta - Itália


Originária do Piemonte, no norte da Itália, a panna cotta é um cruzamento entre um pudim e um musse, mas seu diferencial é o uso de creme de leite – de preferência, bem gordo. Servido gelado, vai acompanhado de cremes ou caldas de frutas.

As mais visitadas do mês