sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Byron e Griffin - Dois amáveis cães-guia, que ajudam suas donas em tarefas do cotidiano

Cães-guia utilizam o seu maravilhoso potencial e esperteza, para auxiliar pessoas incapacitadas parcialmente a readquirirem parte de sua liberdade. 
Vamos conhecer a rotina das britânicas Kate Cross e seu cão Byron e Clare Syversten e seu amiguinho Griffin.




Kate e Clare tem problemas de saúde, com uma condição óssea debilitante. Basicamente, qualquer movimento brusco, como pegar um item que cair ou até mesmo vestir-se, pode resultar em fraturas.

Kate e Byron

Kate diz que não gostava de sair de casa e já não saía há ano e meio, até Byron surgir em sua vida, então com 2 anos de idade.


Byron ajuda Kate em várias tarefas, desde cedo ele abre a porta do banheiro, quando precisa, no café da manhã, abre a geladeira e pega o leite, retira tigelas no armário e depois da refeição, coloca-as na lavadora de louças.


Ele a acompanha ao supermercado e recolhe itens da lista de compras em lugares que alcança nas prateleiras e também, entrega sua bolsa para o caixa.




Também faz tarefas mais complexas, como auxilia-la no caixa eletrônico. Kate diz: "Ele pode fazer coisas incríveis, como pegar o meu cartão do banco e colocá-lo em uma máquina e pegar o dinheiro quando ele sai e passar para mim. Tudo o que tenho a fazer é colocar o meu número da senha".




"Não consigo imaginar minha vida sem ele. Posso viver de forma independente, sem precisar tanto do meu marido ou outras pessoas para fazerem tudo por mim, porque Byron está sempre lá".
Ela acrescenta: "É importante deixar que ele tenha tempo para ser apenas um cachorro, e ele não ama nada mais do que correr ao redor do parque, ficando coberto de lama."



Clare e Griffin

Semelhante é a rotina de Clare com seu fiel Griffin. O cãozinho a ajuda abrir portas, a vestir-se, quando é necessário apertar o botão em um cruzamento de calçada e muitas outras coisas.







Com o seu amiguinho, Clare não se preocupa mais em se aventurar e experimentar o mundo da mesma maneira que qualquer outra pessoa faria. O cãozinho mudou sua vida e ela não poderia ser mais grata pela sua ligação especial.



No Reino Unido há uma instituição, chamada Canine Partners, que capacita cães para serem cães-guia. 
Foi de onde Byron e Griffin foram trazidos. Esses cães desde pequenos são treinados para essa finalidade.
As raças que possuem características para essa atividade, como temperamento e tamanho, são: labrador, golden retriever, collie, boxer, bouvier dês flandres e pastor alemão. Contudo, os treinadores dizem que, o que importa não é a raça, mas sim o cão.


As mais visitadas do mês