terça-feira, 20 de outubro de 2015

Conheça as profissões dessas 12 mulheres


Imagem de Bret Hartman, na Organização TED Fellow, na Califórnia, em agosto passado.

Olhando para essas mulheres, a maioria de nós não acertaríamos a profissão de nenhuma delas!
Conheça o trabalho inovador de cada uma dessas mulheres extraordinárias.
Elas são 12 cientistas que representam vários ramos da ciência. 

1 - Renée Hlozek - Cosmóloga 


Ela estuda a área da cosmologia para entender melhor as condições iniciais do universo e como ele cresceu nas estruturas, tais como galáxias como vemos hoje.
"Meu campo é sobre fazer perguntas sobre a natureza e evolução do universo, fundamental para a nossa compreensão de nós mesmos."
"Estou orgulhosa de ser um modelo para as mulheres jovens interessadas em ciência". Diz Renée.
Em janeiro 2016, ela vai se juntar ao corpo docente do Departamento de Astronomia e Astrofísica do Instituto Dunlap, na Universidade de Toronto.

2 - Janet Iwasa - Animadora molecular


Iwasa criou uma ferramenta de animação 3D para os biólogos, que permite que pesquisadores de forma intuitiva e rapidamente, criem suas próprias hipóteses moleculares.
"O objeto de estudo das minhas disciplinas são muito pequenos para ver, mas através do meu trabalho, espero revelar um mundo dentro de nossas células que é caótico e belo. E espero também que seja inspirador."

3 - Katie Hunt - Paleo-oncologista / Arqueóloga


Aos 22 anos ela foi diagnosticada com câncer de ovário, desde então, começou a pesquisar profundamente sobre o assunto. Assim, juntamente com outras três mulheres da ciência, Hunt lançou a Paleo Oncológica Organização Research, uma rede de pesquisadores que desenvolvem técnicas de pesquisa científica sobre o câncer, ajudando-nos a compreender melhor a sua prevenção e tratamento.
"Antropologia biológica; uma ciência física em um abraço gentil com ciência social, passa a ser um campo predominantemente liderado por mulheres, então eu tenho a sorte de trabalhar com mulheres cientistas brilhantes todos os dias", diz Hunt. 

4 - Kristin Marhaver - Bióloga marinho


Investiga e cria métodos para os recifes de corais se reproduzirem e de que precisam para sobreviverem atualmente com fatores prejudiciais como poluição, sobrepesca e as mudanças climáticas. Ela trabalha numa Estação de Pesquisa na ilha de Curaçao, no sul do Caribe.

5 - Marcela Uliano da Silva - Bióloga computacional


Jovem pesquisadora brasileira que estuda o mexilhão dourado. O objetivo do estudo é entender melhor a genética dessa espécie invasora que foi trazida da Ásia para América do Sul e descobrir meios de impedir que ela coloque em perigo a bacia do Rio Amazonas.
"As pessoas têm medo da mudança, mas a mudança é a única coisa que faz mover a humanidade para a frente de forma extraordinária. A ciência já nos mostrou que cada indivíduo, independentemente da origem ou sexo, tem o potencial para ser tão criativo quanto qualquer outra pessoa. "

6 - Jedidah Isler - Astrofísica 


Ela se apaixonou pelo céu noturno quando era criança. Agora, ela é uma astrofísica que estuda buracos negros.
Foi a primeira mulher negra a ganhar um PhD em astronomia na Universidade de Yale. 
"Eu vejo um conjunto diversificado de pessoas que estão usando seu intelecto incrível para melhorar o mundo em que vivemos. É uma honra e um privilégio estar com essas mulheres, mas ainda mais, situando-se como um exemplo para a próxima geração. Espero que as mulheres jovens de todo o mundo vejam-se representadas nesta imagem"

7. Laura Boykin - Bióloga computacional 


Milhões de pessoas no mundo dependem de mandioca para suas refeições diárias. Pequenos agricultores da África dependem desse alimento para subsistência e ganhar dinheiro, mas o cultivo é ameaçado pela mosca-branca, um inseto que transmite um vírus destrutivo para a planta. Laura Boykin usa os recursos tecnológicos da área da ciência para identificar as espécies de mosca-branca, reunindo informações necessárias para que os investigadores modifiquem a mandioca para resistir tanto a insetos como outros vírus. 

8. Patricia Medici - Bióloga de conservação


Conservacionista brasileira da fauna selvagem. Ela lidera um projeto de conservação das antas brasileiras ameaçadas, o maior mamífero terrestre da América do Sul.
"Eu comecei meu trabalho com o tapir (anta) em 1996, quando era um programa de pesquisa e conservação pioneiro e tivemos informações quase nulas sobre antas. Elas são extremamente difíceis de estudar, principalmente porque são noturnas, solitárias, animais muito evasivos. Isso é exatamente o que me fascinou. O resto é história. Nem sempre é fácil ser uma mulher no mundo da conservação, pois exige um nível significativo de compromisso, de passar longos períodos de tempo no campo, longe de casa e da família. Ele também exige força física e do bom estado de espírito para lidar com as dificuldades de se trabalhar em lugares inóspitos."

9 - Lucianne Walkowicz - Astrônoma


Pesquisadora da NASA, estuda manchas e erupções estelares para entender os seus campos magnéticos. Lucianne também é um dos líderes no Large Synoptic Survey Telescope, um novo projeto que irá varrer o céu todas as noites durante 10 anos para criar um enorme filme cósmico do nosso universo.

10 - Julie Freeman - Cientista da computação / Artista


Ela cria esculturas, composições e animações a partir de dados gerados na natureza, tais como o movimento de natação dos peixes ou o tremor de asas de mariposas. "Eu uso a tecnologia digital como uma ponte de comunicação entre o mundo natural e nós mesmos. Como podemos compreender fenômenos que existem além de nossa percepção sensorial? A tecnologia nos permite uma visão sobre os elementos ocultos de sistemas biológicos, e pode permitir-nos experimentar coisas de novas maneiras."

11 - Michele Koppes - Glaciologista 


Ela viaja para os lugares mais frios da Terra para estudar as geleiras.
"Como mulher, eu constantemente sinto a necessidade de provar que não sou apenas cientificamente capaz, mas resistente o suficiente para prosperar no campo, em ambientes hostis de minha pesquisa. 
O tempo chegou para homens e mulheres para descartar os estereótipos culturais, todos nós podemos ser curiosos, criativos, inteligentes... "
"Alguns dos meus projetos de pesquisa atuais focam nas mudanças das geleiras em resposta ao aquecimento do clima e dos oceanos".

12 - Sheila Ochugboju - Virologista genética


Ela nasceu em uma área rural da Nigéria, onde era incentivada a ficar em casa para ficar protegida do ambiente selvagem. Nessa época ela despertou sua curiosidade sobre coisas que são invisíveis, como: bactérias, vírus ou escorpiões na areia. Esta curiosidade levou-a até o pós-doutorado na Universidade de Oxford, investigando a engenharia genética como uma forma de produzir biopesticidas comercialmente viáveis.
Atualmente é diretora de Comunicações de uma ONG internacional com sede em Accra que promove pesquisas sobre políticas e serviços de consultoria que facilitam os governos africanos alcançarem os objetivos de desenvolvimento, crescimento sustentável e de transformação econômica. 
"É incrível estar entre um mix diversificado de mulheres cientistas que por si só exemplifica o poder que diferentes perspectivas, habilidades, experiência e herança traz para qualquer disciplina"

-----------------------------------

O programa TED Fellows (Tecnologia, Entretenimento e Design) é uma rede global de 300 inovadores e pioneiros de várias disciplinas. Todos os anos, são selecionados 40 agentes adicionais de qualquer lugar do mundo para se juntar ao bloco e expor suas ideias inovadoras para melhorar o mundo, uma oportunidade sem precedentes para espalhar e dar impulso às idéias de cada um.
Realizado anualmente, o programa escolhe pessoas inovadoras, engajados e inspiradores e os treina, por meio de workshops com especialistas internacionais  para que façam vídeos. Quem se identifica com a iniciativa, primeiro deve se inscrever no processo seletivo e conta qual é sua boa ideia para compartilhar com o mundo.
A lista de selecionados inclui cientistas, artistas, inventores e empreendedores de qualquer idade responsáveis por descobertas inovadoras ao redor do mundo.

Fonte:

As mais visitadas do mês