quinta-feira, 1 de outubro de 2015

TOP 10 - Os rios mais belos do mundo!

Um rio é um dos lugares mais maravilhosos para relaxar: você pode aproveitar dando um mergulho ou apenas sentando nas proximidades, sob o som suave do fluxo de água, fluindo continuamente. Os rios podem ser pequenos e grandes, de planalto ou planície, mas todos dão vida a tudo o que está em ambas as suas margens.

Confira agora os 10 mais belos rios do mundo:

 Rio Volga - Rússia

O Volga é o maior rio da Europa em comprimento com 3.688 km de extensão. Está localizado no norte da porção europeia do território da Rússia.
Rio Missouri - Estados Unidos

O Rio Missouri começa nas montanhas Rochosas, no sudoeste do estado de Montana. No início, corre para o norte, e depois vira para o leste. Ele passa pelas divisas dos estados de Dakota do Norte, Dakota do Sul, Nebraska, Iowa, Kansas e Missouri ou ao longo delas. Sua confluência com o rio Mississípi se dá ao norte de Saint Louis, no estado de Missouri.

Rio Futaleufú - Chile

Futaleufú, significa Rio Grande e é uma comuna chilena que deve o nome a seu principal rio, o qual é conhecido por ser um dos mais espetaculares do mundo, combinando a violência do Rio Colorado, as águas azul-turquesa do caribe e as paisagens dos bosques temperados dos Estados Unidos e do Canadá.

Rio Colorado - Estados Unidos

O Rio Colorado é um rio da Região Sudoeste dos Estados Unidos da América, que banha o estado do Texas.
É o rio que atravessa o maior cânion do mundo; o Grand Cânion.

Rio Yang-Tsé - China

Também chamado de Rio Azul, é o maior do continente asiático, com 6.300 quilômetros de extensão, percorrendo todo o território chinês.
A bacia do Yang-Tsé percorre algumas das regiões mais férteis de toda a China, em todo seu percurso recebe águas de diversos afluentes.

Rio Zambese - África

Zambeze é o nome de um dos maiores rios africanos. Com nascente no norte da Zâmbia, país do sul da África. O Zambeze tem cerca de 2700 quilômetros de extensão (o quarto mais longo da África), compondo uma importante bacia hidrográfica.
Da Zâmbia, o curso do rio segue para Angola, depois Namíbia, Botswana, Zimbabwe, Moçambique e, por fim, deságua no Oceano Índico.
As Cataratas Vitória (Foto) são uma das maiores atrações turísticas do Zambeze. Tem quedas de cerca de 100 metros e no conjunto, são as maiores do mundo.


Rio Caño Cristales - Colômbia

É um rio colombiano localizado na Serrania de la Macarena província de Meta. É um afluente do rio Guayabero. O rio é chamado de "Rio de cinco cores" ou o "Arco-íris líquido", e é ainda referido como o mais belo rio do mundo, devido às suas cores marcantes. O leito do rio no final de julho a novembro é de várias cores: amarelo, verde, azul, preto, vermelho.


Rio Amazonas - Do Peru ao Brasil

O Rio Amazonas possui aproximadamente 1.100 afluentes que formam a maior bacia hidrográfica do mundo, com extensão de 7.008.370 km². Percorre territórios do Peru, Brasil, Colômbia, Bolívia, Equador, Guiana e Venezuela. No Brasil o rio banha os estados do Acre, Amazonas, Amapá, Rondônia, Roraima, Pará e Mato Grosso.
Possui afluentes em ambos os lados de suas margens, e por estarem nos dois hemisférios (norte e sul) permitem a dupla captação de águas das cheias de verão.

Rio Danúbio - Europa

O rio europeu ocupa o segundo lugar em extensão, superado somente pelo Rio Volga.
O Danúbio é favorável à navegação em grande parte de seu trajeto. Sua nascente está localizada na Floresta Negra, em território alemão. O rio possui 2850 quilômetros de extensão até desaguar no mar negro.
Além de seu potencial de navegação, serve para delimitar territórios, ou seja, usado como fronteira natural de dez países europeus. O rio corta importantes cidades europeias tais como Ulm, Ingolstadt, Ratisbona, Linz, Viena, Bratislava, Budapeste, Novi Sad, Belgrado, Ruse, Braila e Galati.

Rio Lena - Sibéria

O maior rio da Sibéria e um dos mais extensos do mundo, o Lena possui um vale rico em recursos minerais, cuja exploração foi retardada em virtude do frio intenso na região e da distância com relação aos principais centros econômicos.
Mede 4.400km de extensão desde a nascente, na vertente ocidental dos montes Baikal, até a foz, no mar de Laptev, no oceano Ártico.
Sua bacia ocupa uma superfície de 2.490.000km2 e seu regime é tipicamente niveal (as águas provêm do degelo das neves).  No médio curso, o Lena corre numa fossa tectônica com largura entre 3.200 e 4.000m de largura.



As mais visitadas do mês