domingo, 1 de novembro de 2015

Animal da semana - Canguru-arborícola-de-Goodfellow

A fauna da Ilha Nova-Guiné é tão diversificada e pouco conhecida, que de vez em quando cientistas descobrem novas espécies de animais naquela região da Oceania. Há mais de 180 espécies de mamíferos, incluindo muitos representantes de marsupiais, e um deles é o encantador canguru-arborícola-de-Goodfellow!



São um pouco diferentes dos cangurus terrestres, a começar pela cor, que é um marrom-dourado. 
Eles tem uma pelagem lanosa, listras duplas na parte traseira e na cauda há pontos claros ou anéis.





Parece estranho um canguru subir em árvores, mas esses são adaptados para essa função e são ágeis nos galhos. Eles emergem à noite para se alimentar de folhas e nos períodos frutíferos, também gostam de comer frutas.



Todos os cangurus fêmeas têm uma "bolsa" especial para abrigar o filhote quando nascem.




Em cada gestação, nasce apenas um filhote por vez, depois de um período de 25 a 35 dias. Ao nascerem, eles permanecem na bolsa da mãe por um período de 10 a 12 meses.


No interior da bolsa há quatro tetas onde o filhote mama. Depois que saem, eles começam a ingerir alimentos sólidos, mas, continuam a mamar por mais algum tempo, imergindo suas cabeças na "bolsa".




Essa espécie é nativa das florestas tropicais da Nova Guiné, mas também pode ser encontrada na Austrália, Nova Zelândia e Tasmânia.





Nome científico: Dendrolagus goodfellowi buergersi


As mais visitadas do mês