domingo, 8 de novembro de 2015

Ave da semana - Abetarda

É uma das maiores e mais pesadas aves voadoras que existe.
Na época do acasalamento os machos inflam as penas do pescoço, que fica parecendo um "balão"!
Conheça essa e outras informações sobre os abetardas!


Dentre as subespécies de abetardas, as mais comuns e que mais se destacam são o abetarda-gigante, nativo da África e o abetarda-comum, da Europa.

Abetarda-gigante (Ardeotis kori)

Abetarda-comum (Otis tarda) 

O abetarda-gigante macho chega a 1 metro de altura e de comprimento, com uma envergadura de cerca de 2.30 a 2.75 metros.


Os pássaros machos, que são maiores do que as fêmeas, podem pesar entre 7 e 14 quilos.


São aves de cores claras que ficam facilmente camuflados entre a vegetação seca onde vivem, como as estepes e savanas.

Outra espécie de abetarda 

São aves de modo de vida solitário. Passam a maior parte do seu tempo no chão, andando lentamente. Os abetardas alimentam-se ao nível do solo, de insetos, pequenos vertebrados e sementes.


Devido ao seu comportamento muito arisco, raramente se deixam ver a pequena distância, assustam-se com facilidade e fogem em voos curtos ou levantando voo de repente.


Como são muito pesados, fazem os ninhos no solo. Na verdade eles não fazem ninhos como as outras aves, simplesmente depositam seus ovos numa cavidade rasa da terra, sem forragem, apenas disfarçado por objetos obstrutivos nas proximidades, tais como galhos. 
Devido a localização no chão e a camuflagem, é difícil para uma pessoa encontrar os ninhos, a não ser que tropece por acaso. O mesmo local é muitas vezes reutilizado em anos sucessivos. 
Quando os filhotes nascem, a mãe traz um fluxo constante de alimentos, a maior parte macia para os filhotes poder comê-los facilmente.

Duas outras espécies de abetarda

 
Quando os machos querem acasalar eles ficam com uma aparência interessante; erguem o pescoço e mantem a cabeça um pouco para trás, a crista é mantida ereta, então, inflam o seu esófago e as penas do pescoço, formando um pequeno "balão branco".
As asas ficam caídas e suas caudas são levantadas para cima e para frente em suas costas, como um peru.




As mais visitadas do mês