sábado, 7 de novembro de 2015

Essa garota resolveu mostrar a realidade da "vida perfeita" que muitas pessoas querem mostrar nas redes sociais!

A jovem australiana Essena O'Neill, de 19 anos, já era famosa nas redes sociais do seu país, principalmente no Instagram, mas essa semana ela passou a ser conhecida mundialmente e o motivo irá mudar o comportamento de muitos jovens e adultos nas redes sociais. Veja porquê! 


Alguns dias atras, Essena tinha mais de 700 mil seguidores no Instagram e milhares inscritos em seu canal no Youtube. Então, enjoada da vida artificial, decidiu postar um vídeo, onde, emocionada, começou a abrir o jogo, revelando como fazia para publicar tanta imagem "perfeitinha" em lugares "perfeitos". Ela também escreveu muita coisa interessante sobre o assunto, influenciando jovens de todo o mundo. Depois deletou mais de 2 mil fotos suas e alterou as legendas das imagens que restaram. 


A jovem surpreendeu ao revelar muita coisa, como por exemplo, que era paga para usar algumas roupas que vestia nas fotos, as horas que precisava esperar para fazer a imagem esperada ou as edições que camuflavam espinhas e olheiras. Disse que chegava a ganhar um valor como 5 mil reais para postar no Instagram uma foto de biquíni, simplesmente para fazer propaganda da marca ou de um spray bronzeador.


"Abdômen sugado, postura estratégica, peitos empinados. Só quero que as meninas mais jovens saibam que isso não é a melhor forma de vida e nem inspirador. É a perfeição artificial feita para chamar atenção". Disse ela.

Confira algumas imagens com novas legendas que ela reescreveu e mude você também, caso tenha essa visão das redes sociais:


- “...nesta foto eu me maquiei, enrolei meu cabelo, vesti um vestido apertado, usei uma bijuteria desconfortável...Tirei 50 fotos até que tivesse uma que achei que você fosse gostar, então editei este selfie com toneladas de aplicativos apenas para que eu pudesse me sentir aprovada socialmente por você".


- "O único motivo pelo qual fui à praia neste dia foi para tirar esta foto por causa da empresa que estava me pagando para isso... Pensei que estava ajudando as jovens a entrarem em forma e a serem saudáveis, mas só percebi aos 19 anos que botar qualquer quantidade de autoestima em sua forma física é tão limitante! Poderia ter escrito ou explorado qualquer coisa bonita ou real... E não tentar impor meu valor através de uma foto de biquíni sem significado algum".


- "Me pagaram por esta foto. Se você está olhando para as "Meninas do Instagram" e desejando ter as suas vidas... Perceba que você só vê o que elas querem. Se marcam uma empresa, 99% das vezes elas estão pagando. Não há nada errado em apoiar marcas que você ama ( por exemplo, eu orgulhosamente promoveria marcas veganas em troca de dinheiro já que este tipo de negócio faz sentido para mim). Mas isso aí (da foto) não faz nenhum sentido. Não há nenhum sentido em um sorriso forçado, roupas minúsculas e ser paga para ficar bonita. Somos uma geração feita para consumir e consumir, sem nenhuma ideia de onde tudo vem e para onde tudo vai".


- "Eu estava com acne aqui, isso é um monte de maquiagem. Estava sorrindo porque pensei que ficava bonita. Felicidade baseada em estética vai sufocar o seu potencial aqui na Terra."


- "Me pagaram 400 dólares para postar um vestido. Isso foi quando eu tinha uns 150 mil seguidores. Com meio milhão, eu sei de várias marcas online que pagam até 2 mil por post. Não há nada de errado em aceitar acordos de marcas. Eu só acho que isso deve ser aberto ao conhecimento. Esta foto não tem substância, o vestido não foi feito através de uma fabricação ética (eu não sabia na época). Esteja atento ao que as pessoas promovem, questione você mesmo, qual é a intenção atrás da foto?"


- “... Eu gostaria que alguém tivesse me chacoalhado e me dito que aos 16 eu tinha muito mais do que minha sexualidade. Isso era tudo que eu pensava que os outros queriam, isso é o que gera likes e era isso que eu achava legal. Não há nada legal nisso. Esta é uma foto tirada para ganhar likes. Não há nada inspirador nisso. A mídia social é uma ilusão."

Depois da repercussão gerada por suas revelações ela disse:
 "Nunca eu achava que isso seria compartilhado globalmente assim. Tenho tanta coisa que quero dizer. Obrigado a todos por ajudar a começar essa discussão. Eu sou tão, tão, tão grata. Estou chorando porque eu precisava ouvir isso quando eu era mais jovem. Não há nada legal em gastar todo o seu tempo tirando fotos de si mesmo editadas para provar ao mundo que você é suficiente. Sou muito grata apenas por pensar em quantos homens e mulheres jovens pode ver este movimento e parar de limitar-se a idéias artificiais de felicidade online. Quando você parar de comparar e exibir-se para os outros, você começará a ver sua própria faísca e individualidade. Todo mundo tem amor, bondade, criatividade, paixão e propósito. Não deixe que ninguém lhe venda algo diferente".

Na página inicial do seu site recém lançado ela escreveu algo como:
"Parece que a atenção da mídia é querer uma 'história quente' e não uma verdadeira mudança. Por que não falar sobre as coisas que realmente importam? Quem se importa com o meu passado pessoal? 
Em um mundo supostamente mais conectados do que nunca, por que não estamos vendo mudanças positivas rápidas em tudo? Por que nossos jovens não podem acordar a cada dia com a sensação inegável de capacitação para ajudar o mundo, com interesse em questões globais?
O ponto é, eu não tenho todas as respostas, soluções ou ideias. Mas uma coisa eu sei; já não quero passar horas e horas do meu tempo visualizando e me comparando com os outros. Quero fazer algo, qualquer coisa, algo radical, algo um pouco diferente. Quero usar minha imaginação. Quero pesquisar mais em coisas que realmente importam. Vamos falar de coisas reais e pessoas reais. E sermos as mudanças do jogo.

Nesse vídeo podemos conferir o momento em que Essena desabafa!




As mais visitadas do mês