sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

O cachorro Naki’o, se tornou o primeiro animal com as quatro pernas biônicas

Em 2009, em Nebraska (EUA), o cachorro Naki'o perdeu a mãe quando ainda era um filhotinho. A ninhada enfrentou sozinha, um inverno rigoroso. Acidentalmente, Naki’o pisou numa poça de gelo e ficou com as quatro patas presas na água gelada.


Foi encontrado por um casal e levado para uma ONG local onde teve que amputar as quatro patas por causa do congelamento. Posteriormente, foi adotado por Christie Pace, uma jovem que já havia trabalhado como assistente de veterinário. Ela ficou decidida a conseguir que o cãozinho andasse novamente. 
Depois de conseguir recursos, Naki'o recebeu uma prótese feita por Martin Kaufmann, um veterinário especializado nesse tipo de caso.





Nas primeiras tentativas, o cachorro teve dificuldades de se adaptar com as próteses, mas, com o passar dos dias, teve um progresso surpreendente e aprendeu a usar os dispositivos como se fossem patas naturais. 
Agora, ele corre e brinca sem nenhum cuidado especial e já fica animado quando os donos pegam as próteses para sair para uma caminhada.
Christie ficou maravilhada com a motivação e alegria de seu cãozinho: “Naki’o pode não só correr atrás de uma bolinha com outros cães, como, inclusive, chegar antes deles para apanhá-la”, afirma ela.


 O médico diz: "No início, Naki'o era cauteloso e reservado. Seis meses depois de tudo isso acontecer, ele se tornou apenas um cara divertido que gosta de socializar".
Martin afirma: "O amor não tem limites. Gosto de ajudar qualquer animal com deficiência e mostrar ao mundo como eles são capazes. Agora que ele tem próteses, não acho que ele percebe que é diferente dos demais... O que eu aprendi como um médico, é a coragem. Meus pacientes me ensinam todos os dias que você só tem que dar o próximo passo, literalmente e com ousadia."

Abaixo, dois vídeos do simpático Naki’o!






As mais visitadas do mês