terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Os desafios que muitas crianças enfrentam para chegar a escola!

Em algumas regiões do mundo algumas crianças fazem diariamente uma grande e perigosa jornada para chegar a suas respectivas escolas.
Em países como Índia, China, Indonésia e outros, muitas crianças atravessam pontes precárias, acordam de madrugada e caminham longos percursos no meio de roças ou esperam um transporte, que pode ser uma canoa, ou caminhonetes lotadas, que passam por estradas de terra esburacadas
A seguir, estão imagens surpreendentes de percursos a caminho da escola!

Indonésia








Filipinas






China 








Colômbia 






 Índia










Brasil



No Brasil, em regiões que chove muito, como a região norte, a viagem pode ser interrompida por causa dos atoleiros ou das cheias dos rios. 
A rotina de uma Escola Ribeirinha (escolas próximas a rios) é determinada pelo tempo e época do ano.
Geralmente o início do ano escolar começa em meados de Janeiro e termina em meados de outubro, sem período de férias no meio do ano. O motivo é a cheias dos rios.









Veja um relato de um professor que também enfrenta esses desafios para ensinar:


O professor Manoel Júnior viaja duas horas de barco para dar aula em Puru-Puru, no Amazonas, a 160 km de Manaus. Ele relata: “Nasci e me criei nessa comunidade, estudei meu ensino fundamental aqui. Fui a Manaus fazer o ensino médio, mas assim que me formei, retornei para contribuir com a minha comunidade.
Todos os dias a gente vence esse percurso no rio. É acordar de manhã cedo, tomar banho, pegar a voadeirinha (pequeno barco com motor), atravessar até a escola e voltar no período de meio dia, para voltar no período da tarde.
Às vezes é debaixo de chuva, às vezes é no sol. Mas no final de tudo isso, é gratificante, porque a gente vê a alegria das crianças, o progresso e o resultado do nosso trabalho. Temos alunos que estão sendo formados nas melhores faculdades".


Parabéns a todos esses alunos e professores. Vocês são um exemplo de determinação para outras pessoas no mundo!


As mais visitadas do mês