terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Uma Fábula Infantil Sobre Amizade e Solidariedade!

Hoje vamos mostrar uma fábula infantil chamada "A Vaca que pôs um Ovo".



Para além do divertimento, esta história valoriza o poder da amizade e pode ainda ser utilizada por pais e professores para trabalhar o tema da reprodução das aves e dos mamíferos.

Conheça esse curioso e simpático conto abaixo:

Mimosa era uma vaca, que um belo dia começou a ficar muito triste e deprimida. As suas amigas galinhas começaram a notar que Mimosa andava tristonha, quietinha, diferente de todos os outros dias.

– O que aconteceu, Mimi? – Cacarejaram suas amigas.

– Aconteceu que eu não sei fazer nada de especial. – Disse a vaquinha.

– Especial?! Como assim? – Perguntaram curiosas as galinhas.

– Eu não sei andar de bicicleta como as outras vacas.

As galinhas olharam curiosas e abriram um pouquinho o bico. Elas não sabiam que as vacas andavam de bicicleta.

– Andam sim! – Respondeu Mimosa. – Só eu é que não sei andar.

E Mimosa continuou:

– Eu não sei plantar bananeiras como as outras vacas.

As galinhas olharam assustadíssimas e abriram todos os seus biquinhos. Elas não sabiam que as vacas podiam plantar bananeiras.

– Podem sim! – Respondeu Mimosa. E concluiu com um suspiro:

– Eu não sei fazer nada de especial mesmo…

Naquela noite, enquanto Mimosa dormia, as galinhas reuniram-se e cacarejaram baixinho. Elas tinham que encontrar uma solução para a amiga. Não queriam ver Mimosa tão triste pelos cantinhos da quinta. Cacareja que cacareja. Pensa que pensa. Até que uma delas teve uma ideia. Os rostos de todas as galinhas iluminaram-se, e foram dormir.

Na manhã seguinte, bem cedinho, quando Mimosa acordou, apanhou um susto:

– UM OVO! EU PUS UM OVO!

A bicharada inteira acudiu, assustada que estava com aquela gritaria.

Era verdade: no sítio onde Mimosa dormia estava em pé, direitinho, um lindo ovo malhado de branco com preto. Um ovo malhado igualzinho à Mimosa.

O dono da quinta ouviu a gritaria e saiu a correr. A mulher do dono da quinta chamou a rádio, a televisão, o jornal e anunciou a todos: uma vaca da sua quinta tinha posto um ovo!!!

Mimosa toda contente olhava para o ovo com o maior orgulho. As vacas da fazenda, desconfiadas do que tinha acontecido, cercaram Mimosa e disseram em coro:

– Mimi! Estamos muuuuuuuito desconfiaaaaaadas do que aconteceu!

– Ui! Desconfiadas por quê? – Perguntou Mimosa.

– Ora, Mimiiiii! As vacas não põem oooovos! Quem põe ovos são as galiiiiiiinhas!

Mimi ficou triste de novo. Seria verdade? Seria verdade que seu ovo malhadinho tinha sido uma armação das amigas galinhas?

– Não acredite, Mimi! Não fomos nós não! – Disseram as galinhas todas ofendidas com a acusação das outras vacas.

Mimi começou a ficar triste de novo…mas pensou que as galinhas podiam estar a dizer a verdade e resolveu que iria chocar o ovo como as galinhas fazem.

Preparou um ninho fofinho e quentinho e sentou com todo o cuidado em cima do ovo malhado.

Sentou e esperou. Todos na fazenda ficaram curiosos. E todos esperaram.

Muito tempo se passou. Até que um dia, de repente, Mimosa ouviu um barulhinho estranho. CREC!!! CREC!!! E todos gritaram: Vai nascer !!!! Mimosa ficou olhando e viu que o ovinho estava rachando.

Mais alguns crecs depois, o ovo abriu. E de dentro dele saiu … uma bolinha de … penas!

– Viu só, Mimiiii! Foram as galiiiiinhas que o colocaram aí dentro!

Mimosa já ia ficar triste de novo, quando o pintainho olhou para todos à volta, virou a cabecinha na direção de Mimi e gritou em alto e bom som:

– MUUUUUUUUU!!!

Fábula de Andy Cutbill | Adaptado por CPinto [psicopedagoga]

As mais visitadas do mês