domingo, 13 de março de 2016

ANIMAL DA SEMANA - Lobo-guará

Devido a sua pelagem laranja-avermelhada e suas pernas longas e finas, o lobo-guará parece mais uma raposa do que um lobo! 



- O nosso lobinho tem um porte elegante, que o torna um dos mais belos animais brasileiros.


- É um animal típico do cerrado do Brasil. Também são encontrados nos Campos Sulinos, na Caatinga e no Pantanal e nos países vizinhos; Argentina, Paraguai, Bolívia e numa pequena parte dos territórios do Uruguai e Peru.



- É o maior canídeo da América do Sul, parente dos lobos selvagens e dos cachorros domésticos. Chegam a medir mais de 1 metro de altura.



- A parte inferior das pernas, a extremidade da cauda e o focinho do guará são negros.



- São inofensivos ao homem e tem um comportamento tímido. As lutas entre os machos são raras e já se verificaram casos em que eles saem em socorro de um companheiro atacado.




- O lobo-guará é raro ser avistado em estado selvagem. Eles vivem em parques nacionais maiores, como Emas, Chapada dos Veadeiros ou Santuário do Caraça, em Minas Gerais, onde podem ser vistos durante a noite nas proximidades do antigo mosteiro para se alimentar de restos de comida. 



- Eles não vivem em grupos como os outros lobos. 



- Pequenos mamíferos, frutas e folhas, constituem a maior parte de sua dieta. 




- As longas orelhas são hábeis para captar mínimos ruídos.




- É avistado normalmente nos fins de tarde e durante a noite. 



- Os machos e as fêmeas permanecem juntos normalmente apenas por um curto período de tempo a partir do acasalamento e logo após o nascimento dos filhotes.



- A gestação é de aproximadamente 65 dias e nascem entre 2 a 6 filhotes. O macho ajuda nos cuidados com a ninhada.

Nome em inglês: Maned Wolf
Nome científico: Chrysocyon brachyurus



As mais visitadas do mês