domingo, 23 de outubro de 2016

ANIMAL DA SEMANA - Caranguejo-dos-coqueiros

Esses caranguejos enormes são conhecidos também pela capacidade de quebrar cocos para se alimentarem. Mas será que eles tem essa habilidade mesmo!? Descubra isso e muito mais, logo a seguir!



- Os insetos, aranhas e crustáceos são artrópodes e o caranguejo-dos-coqueiros é o maior de todos os artrópodes que vivem em terra. 
Esses animais, a princípio tem uma aparência assustadora por causa do tamanho bizarro, mas, eles não atacam ninguém.



- Com uma inteligência considerável, eles são capazes de remover a casca de um coco em busca de encontrar a poupa em seu interior. Mas, ao contrário do que as vezes é informado, essa atitude não é tão comum porque eles se alimentam de uma variedade de outras coisas.



- Sabemos que quebrar um coco, estando ele com a casca, é um grande desafio se não tivermos alguma ferramenta. Mas, esses caranguejos tem suas "ferramentas" naturais. Primeiramente usam suas garras para raspar partes do revestimento fibroso, ou seja, a casca. Isso pode levar horas ou dias e também as vezes envolve uma série de caranguejos. Uma vez encontrado a parte do coco que tem 3 orifícios expostos, o caranguejo força suas pinças ali até conseguir furar. À medida que insiste na abertura do orifício, o mesmo vai ficando maior.



- Na década de 1980, o pesquisador Holger Rumpff explicou como esses caranguejos fazem pra abrirem um coco: "O animal desenvolveu uma técnica especial para fazer isso: se o coco ainda está coberto com casca, ele irá usar suas garras para arrancar tiras, sempre a partir do lado com os três poros de germinação, o grupo de três pequenos círculos encontrado no coco. Uma vez que os poros são visíveis, o caranguejo vai bater suas pinças em um deles até que eles furem. Depois, ele irá usar as pinças menores de suas outras pernas para tirar a carne branca do coco. Usando suas garras fortes, os indivíduos maiores podem até quebrar um coco em pedaços menores."



- Os maiores caranguejos-dos-coqueiros já registrados tinham 1 metro de comprimento entre uma ponta da perna a outra. Mas, esse tamanho é raro, a maioria tem um tamanho razoável.


- Há muitas imagens deles escalando altos coqueiros, mas não afirmaremos com certeza se eles chegam a tirar cocos lá no alto.



- São conhecidos localmente como caranguejos ladrões, porque andam nas proximidades de casas e ocasionalmente costumam carregarem pequenos objetos que encontram por perto. Como um inseto, ele usa um sistema aguçado de antenas. Os adultos vivem sozinhos em fendas ou tocas.



- Esses animais nascem no mar, após cerca de um mês, encontram uma concha de caracol e movem-se para dentro. Os pequenos caranguejos de coco levam esta casa móvel para começar a se aventurar em terra.
A concha é um lugar agradável, protegido para viver, mas tem suas desvantagens. Como um caranguejo fica maior, sua concha fica mais apertada como um velho par de sapatos em uma criança que está crescendo rapidamente. Então, depois de um ano ou mais habitando conchas, o caranguejo faz uma grande mudança de estilo de vida. Ele se arrasta para fora e endurece as partes de seu corpo que antes eram protegidas pelo escudo da concha, num processo chamado recalcificação. Sem a sua antiga casa, ele é livre de restrições de tamanho e pode tornar-se enorme.


- Infelizmente, encontrar esses crustáceos em tamanho realmente grande está se tornando cada vez mais raro. Eles simplesmente não conseguem sobreviver por tempo suficiente para crescer em seu pleno potencial.
Esses artrópodes gigantes são encontrados em ilhas nos oceanos Índico e Pacífico tropical.


Nome em inglês: Coconut crab
Nome científico: Birgus latro

As mais visitadas do mês