domingo, 5 de fevereiro de 2017

ANIMAL DA SEMANA - Antilocapra

Este é o mamífero terrestre mais resistente quando se trata de corrida de longa distância!


- É o único antílope nativo da América do Norte. Graças aos esforços de conservação das autoridades, a espécie foi protegida e atualmente um número razoável vivem livres.


- Embora sejam semelhantes aos antílopes, eles são mais relacionados com as girafas. 


- O antilocapra evoluiu fisicamente para escapar de predadores. As pernas finas são aptas para a corrida. Os olhos grandes e salientes lhes proporcionam uma boa visão panorâmica. Eles podem detectar uma ameaça a vários quilômetros de distância.


- No traseiro há pelos brancos longos. Quando eles detectam algum perigo, estes pelos eriçam, como um sinal para os outros membros do grupo ficarem alertas.


- Ambos os sexos possuem chifres, mas são diferentes. Nos machos, os chifres têm as pontas curvadas em forma de coração. Já as fêmeas, têm chifres retos e menores.


 - Há duas grandes manchas brancas no pescoço. 


- Existem cinco subespécies de antilocapra. São classificados com base em suas localizações geográficas e pequenas diferenças como cor e tamanho.


- Embora eles não sejam tão rápidos quanto os guepardos ou chitas, contudo, podem manter uma grande velocidade por um período longo. Enquanto a chita pode ficar sem energia, os antilocapras conseguem ser os melhores "atletas de maratona" da vida selvagem.

Nome em inglês: Pronghorn
Nome científico: Antilocapra americana

As mais visitadas do mês