domingo, 5 de fevereiro de 2017

AVE DA SEMANA - Grazina

Este pássaro tem comportamentos curiosos com seus filhotes. Veja a seguir!


- É uma ave marinha também chamada de viuvinha-branca, andorinha-do-mar e noivinha.


- Os olhos que já são grandes, parecem ainda maiores porque há um anel de penas pretas ao redor, ampliando o tamanho. O bico é preto e muito afiado. Machos e fêmeas têm uma aparência parecida.


- Alimenta-se principalmente de pequenos peixes. Para captura-los, as aves pairam sobre as águas do oceano e em seguida mergulham. Tem uma habilidade de conduzir muitos peixes pequenos de uma só vez em seu bico. Quando estão cuidando de filhotes, retorna com os peixes prendidos transversalmente.


- Esta ave não faz ninho e coloca seu ovo simplesmente sobre uma minúscula cavidade sobre um galho ou sobre as rochas. Esta não parece ser uma forma eficaz de nidificação, já que os ovos e os pintos são vulneráveis a serem desalojados por ventos fortes.


- Como pode-se observar em algumas imagens, ficamos imaginando como o filhote consegue chegar a idade adulta. Um recurso que ajuda o pequeno passarinho a não cair da árvore é que eles têm uma forte aderência nos pés.


- Ao contrário de outras aves que regurgitam alimentos parcialmente digeridos, a andorinha-do-mar alimenta seus filhotes com peixes inteiros. Quando os pais vão em busca de encontrar alimentos, o pitinho é deixado sozinho sobre os galhos. Os filhotes têm um pouco de dificuldade para engolir sua refeição. A alimentação continua por cerca de dois meses.


- Ambos os pais incubam o ovo por cerca de 36 dias. O par permanece junto por diversas estações e retorna ao mesmo local do ninho todos os anos.


- Estas graciosas aves pairam no ar no alto das copas das árvores, como se fossem beija-flores. Vive ao longo da costa, principalmente em ilhas. No Brasil, ocorre principalmente nas Ilhas Fernando de Noronha, Abrolhos e outras.


Nome em inglês: White Tern
Nome científico: Gygis alba

As mais visitadas do mês